Educação Infantil

VILLA BAMBINI

A PROPOSTA

Por muitos anos, educar uma criança pequena, era prestar-lhe cuidados assistenciais, porém, atualmente, torna-se necessário o ensino obrigatório e as formas em que este pode ser orientado e estimulado em nosso meio cultural, com o respeito às características únicas de cada criança.

Acreditando que a Educação é um elemento que estrutura nossa sociedade, debruçamo-nos nas diferentes teorias e metodologias mundiais para que possamos oferecer à comunidade de Jaguariúna o melhor de cada educador de nos inspira.

Sabemos que a primeira etapa do contexto escolar vivido pela família e a criança, é a Educação Infantil. Por isso, surge a necessidade de proporcionar um espaço educacional que atenda a criança em sua integralidade, visando prepará-la para: ser, saber, conhecer e conviver.

Para isso, faz-se necessário a elaboração de práticas pedagógicas e formação profissional que proponham às famílias e às crianças um ambiente escolar gerador de aprendizagem para todos: crianças, pais e profissionais. Nossos inspiradores: Henry Wallon; Jean Piaget; Rudolf Steiner, Lev Vygostky; Emmi Pikler; Loris Malaguzi.

Nossos inspiradores dedicaram suas vidas na compreensão do universo da aprendizagem e da infância. O COLÉGIO DA VILLA foi buscar na Itália a proposta de educação infantil na qual irá se debruçar, para as crianças. A inspiração vem de Reggio Emília e de Loris Malaguzzi.

A proposta reggiana dialoga com o Projeto Político e Pedagógico do Villa. É uma proposta que torna as crianças pesquisadores, investigando a tudo e a todos. O registro confere a certeza de que cada criança como ser único, irá escrever a sua história.

Enquanto aguardamos a concretização de nossa Escola da Infância, apreciem sem moderação o poema que nos deixou Loris Malaguzzi.

A criança é feita de cem

A criança é feita de cem. A criança tem cem mãos, cem pensamentos, cem modos de pensar, de jogar e de falar. Cem, sempre cem modos de escutar as maravilhas de amar. Cem alegrias para cantar e compreender. Cem mundos para descobrir. Cem mundos para inventar. Cem mundos para sonhar. A criança tem cem linguagens (e depois, cem, cem, cem), 

mas roubaram-lhe noventa e nove. 

A escola e a cultura separam-lhe a cabeça do corpo. Dizem-lhe: de pensar sem as mãos, de fazer sem a cabeça, de escutar e de não falar. De compreender sem alegrias, de amar e maravilhar-se só na Páscoa e no Natal. Dizem-lhe: de descobrir o mundo que já existe e de cem,

roubaram-lhe noventa e nove.

Dizem-lhe: que o jogo e o trabalho, a realidade e a fantasia, a ciência e a imaginação. O céu e a terra, a razão e o sonho, são coisas que não estão juntas. Dizem-lhe: que as cem não existem. A criança diz: ao contrário, as cem existem.

Com uma equipe de professores experientes e atuantes, há mais de uma década, nas melhores escolas das cidades vizinhas (Campinas, Amparo, Valinhos, Mogi-Guaçu e Serra Negra), o corpo docente do Villa tem tido decisiva participação na manutenção dessas instituições no topo do ranking em avaliações nacionais como o ENEM e nos principais vestibulares.

Formados nas melhores e mais reconhecidas Universidades brasileiras, a maioria desses professores tem especialização, mestrado e/ou doutorado em suas respectivas áreas de atuação. Para uma melhor apreciação dos pais e alunos interessados, apresentamos abaixo o currículo resumido de alguns deles.

Venha conhecer uma nova maneira de aprender com um jeito novo de ensinar.
Entre em contato conosco e descubra por que o Villa será sua próxima escolha.